sábado, 18 de dezembro de 2010

há dias assim

Um dia destes dei por mim a comer um ovo cozido, ás rodelas, com sal e pimenta.
Para voces pode até nem vos dizer nada, mas a mim recorda-me sempre a minha Tia Angela. Não sei explicar mas lembro-me desde pequenino que os cozidos dela, além da cor amarelo/laranja vivo de ovos caseiros, tinham um sabor especial e um cheiro da pimenta...lembro-me como se fosse hoje!

É Natal È natal, cambada de cínicos começam a enviar aquelas sms estúpidas sobre a amizade, um amigo é um amigo e não o é mais por enviar uma sms que nem sequer foi da autoria dele a dizer que a amizade é um valor importante....importante são os amigos que mantemos quer estejamos em cima ou em baixo, perto ou longe!

Hoje è sábado e ao contrário de muitos de vocês vim trabalhar, claro que não estou satisfeito, a malta do ARCM foi para a serra da estrela para a Neve, dormir quentinhos em cima do nevão, acordar enregelado, ter um frio constante na cara....já tenho saudades!

A vida tem corrido bem, quer dizer, como tu dizes ainda não houve 15 dias de sossego, sem interferências e barreiras!
Mas relaxa que nada é intransponível, e quando é.......dá-mos a volta!Duas cabeças pensam melhor do que uma e quando estas duas estão em permanente sintonia?!È do melhor!

Angola voltou a surgir no rumo da minha vida, mais uma proposta...
relaxem que se querem ver mais meninos a dançar e aventuras de jipe, um ano destes vou lá de férias, apenas.

Um Forte abraço para quem é de abraço
Um Grande beijo para quem não quis o abraço
Um Abraço e Um Beijo para quem quer as duas coisas

Poupem nas prendas que a vida económica não está fácil...Bom Natal
(hoje não estou inspirado)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

O calor do inverno não é para todos.

O tempo passa, os dias ficam mais escuros e frios, hoje acordei quentinho mas isto foi só enquanto estava em casa e dormia a pensar que tudo estava bem (pois era assim que teoricamente tinha deixado as coisas). Apesar das temperaturas aumentarem na rua, a minha interna desceu quando abro a rede social da moda…..mas adiante, vou contar o que tenho feito.
Tempo de chuva e princípios de neve, há que claro começar a preparar as pernas para as caminhadas de neve.
Travessia do Alvão escolhida, inscritos….eu e o Gonçalo, o 3º elemento agora acha que só vai para a montanha em velho…. Uma Paisagem fabulosa, os trilhos pareciam rios, folhas por todo o chão, castanheiros sem castanhas, afinal os recônditos percursos eram utilizados por locais, não posso jurar mas tirando as aldeia por que passamos, nos trilhos cruzamo-nos por 2 pessoas no máximo (mais do que o normal). Claro que tinha de haver brincadeira, estas coisas não existiam na minha infância…… VEJAM O VIDEO.





video

Hà 4 anos que não tinha de me preocupar só comigo, aceitei ser o Padrinho da Daniela. Acho que já vos falei dela, a menina fez 4 anos e está super divertida, preciso claro de um dicionário para a entender, mas quando a ouvi dizer “dah, tira a mão da frente” foi de rir. Vejam a cara da traquinas…..há pois, o que é que o Padrinho lhe deu…..uns patins! Sim, este verão vai ser ensina-la a andar. Há que salientar as bocas da Madrinha…..deu-lhe uns patins porque há 2 anos levou ele uns patins, enfim…..ela não se lembrava que eu já ando de patins desde pequenino. Eheheh




Mas agora já não é só a Daniela, Nasceu o Dinis….




Para já é sossegado, não chora a não ser para comer e mudar a fralda (bahhhh), pegar nele é ainda complicado, sim eu sei que me fica bem um bebé ao colo mas para já……só estes 2 e os das outras pessoas. Não está fora de hipóteses, mas embora o sol nasça todos os dias, ainda há certas pessoas que o sol não lhes aquece o C….. Relaxem fãs, não há pressa.
O sol pode não ter aquecido, mas as velas aqueceram o ambiente de uma forma tão aconchegante que o jantar foi degustado com um brilho intenso de felicidade nos rostos, enquanto as velas queimavam a cera com um aroma a chocolate que antecipavam uma sobremesa doce e fresca… Obrigado por estares lá, aqui, ali…...

Mas nem tudo foram Rosas....a minha mamã teve que ser submetida a uma intervenção cirúrgica, ainda está em recuperação em casa. A ela custa-lhe a dor pós operatório a nós custa-nos a angustia durante as horas no bloco em que só nos resta esperar, passar pelo sono enquanto nos passam todos os pensamentos e momentos que já vivemos juntos pela cabeça. Temos sempre a sensação que não somos o melhor dos filhos e que até nem merecemos os pais que temos, cada um sabe de si, mas pelo menos é o que eu senti.
Posso não ser o melhor filho do mundo, mas sou um filho que ama os Pais, dá-lhes valor e os sentimentos sentem-se cada dentro e não pelo que se exterioriza.
As melhoras mãe.

Terminando com o paragrafo que comecei, Não tenho explicações a dar, nem há melhor relato do que a foto abaixo, a amizade.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

um ano depois do regresso

Olá a todos
Alguns esperavam este regresso, para outros é uma surpresa. Decidi voltar a escrever e deixar alguns relatos do que tenho feito, do que tem acontecido desde que voltei de Angola. Há precisamente um ano e um dia.

Hoje minha vida mudou muito, começo do fim para o principio ou do principio para o fim?

Há momentos que marcam a vida e que nos fazem crescer e ser mais fortes, a partida, como o regresso foram uns desses momentos.
Regressei por opção própria, foi um erro, um passo acertado, devido á sequência de acontecimentos pós regresso e com o passar do tempo, foi sem dúvida o passo mais acertado que dei.

È do conhecimento de todos os motivos porque que voltei, se houver dúvidas podem sempre ler os posts abaixo.
Voltei com alguns objectivos definidos, os quais nem todos consegui cumprir, alguns até mudaram durante este ano, como em tudo na vida é necessário planear, organizar e controlar (não faltei a esta teórica de gestão).
Um ano é algum tempo e não me recordo de todos os momentos entretanto vividos, mas obrigado a quem fez parte.

Para começar lembro-me da vergonha no gralhas 7, o regresso á espeleologia após 9 meses…..o gralhas 7 é uma gruta com uma descida directa com cerca de 50m….pois foi, ainda me lembro como se fosse hoje, as pernas tremeram, o coração bateu bem forte, basicamente o medo apoderou-se de mim e não consegui descer. Fiquei umas horas sozinho fora da gruta, fui dormir parta debaixo do jipe, pois nem a chave tinha e estava a chover. De lembrar também que foi a ultima vez que vesti o meu fato de espeleo, tive de o rasgar para necessidades de higiene….

Londres….com os papás!uma viagem cultural, uma cidade fantástica, um frioooo, mas foi tão bom que voltei lá uns meses mais tarde. Quem já lá foi e lembra-se da sensação fabulástica de andar nos autocarros descobertos com a cara a gelar, o pingo no nariz e o dente a bater. Lembro-me como se fosse hoje de estar a trocar sms contigo, enquanto visitava monumentos, percorria as ruas geladas e chuvosas e imaginava a viagem de Dezembro 2007. Bem e comer kebabs naqueles restaurantes turcos manhosos, com batatas fritas em óleo com anos de fritura….a cara de nojo de mina mãe a comer kebab cuja carne da galinha ainda vinha com pele e pelo.looool

Passagem de ano em caminha com a Maria e a Liliana, amigas de Angola, foi o recordar de grandes momentos e muitas histórias vividas. Lembro-me que adormeci na discoteca….foi do cansaço!

Corridas de aventura….lojadamontanha.com foi a equipa!5 elementos mal preparados fisicamente a correr para a taça de Portugal de corridas aventuras, sofrimento, espírito de equipa, alguns amuos. Corridas com elementos que pintavam a pistola, outras com batoteiros que apanharam boleias para chegar a tempo, escondidos na carrinha do pão. De bicla agarrados ao carro para poupar as pernas. Sentir as pernas a falhar, os tornozelos inchados e ainda levar com chuva, vento frio e correr em contra relógio. Nadar em água gelada após uns kilómetros de canoa.

Londres novamente desta vez com os primos e o xikinho. Bah, não há muito a dizer…..what happens in London stay in London!  quarto de 12 pessoas com 6 miúdas que logo de manha estavam todas em soutian, o João e o Luis até estavam na lua….. Mandar umas bocas a um rabo jeitoso enquanto subia as escadas no metro que curiosamente era um rabo português e as bocas foram mandadas bem altas. Pedir a umas miúdas para entrar-mos com elas na disco em inglês…que sorte as miúdas eram tugas…

Casamento do Tiago, amigo de infância, foi primeiro do grupo a dar o nó de forca. Cairam lágrimas, abraços alegria, amizade, união! Bruno, Frede, Carlos, somos os 4 que faltam, quem vai ser o próximo? O Tiago teve a coragem de dar o passo que todos sonhamos, sei que está feliz.

Entretanto comecei a ter almoços á quarta-feira, passei a ser O da quarta-feira, não sei se também havia O dos outros dias, mas pelo menos eu tinha um almoço por semana.  Com estes almoços e desenvolvimentos subsequentes voltei a sorrir e a encontrar o que estava em falta…..destes almoços resultaram jantares, noites sem fim no bela cruz, viagens “culturais” Paris, Madrid, Gerês….. Há muito para dizer, mas o segredo mantêm-se (bahhhh, toda a gente sabe, mas nunca ninguém me ouVIu dizer). ouVI dizer que sou Feliz. Este capítulo é enorme, tem histórias, momentos, sentimentos muito especiais dignos de serem relatados em posts mais para a frente. Deixei de ser o da quarta-feira e passei a ser o Jorge, uma evolução digna de quem se esforça e dedica a uma amizade.

Pois foi, comprei casa….era um desejo antigo que se tornou realidade. Não sou nenhum expert na cozinha, mas safo-me bem, pizzas e comida congelada, ou então… umas massas de atum, bem elaboradas, uns bifinhos com molho de café, um strogonoff a maneira, um peixinho grelhado, fundues, carne de porco alentejana, bem quem quiser experimentar uma das minhas muitas qualidades gastronómicas favor inscrever-se na lista. (isto de cozinhar sempre para ti, ouVI dizer que vai acabar).

Viagem de férias com frede, 10 dias pelo centro da Europa, Estocolmo, Bratislava, Budapeste, Viena e Praga…..esta viagem merece um post dedicado com fotos e histórias, 10 dias, há tanto para escrever, mas fugir de ser violado por uma loira numa discoteca, cantar com uma sem abrigo, ser acordado pela policia a dormir na estação, encontrar uma portuguesa que só tina visto uma vez ou duas (que ainda não me lembro o nome, desculpa).

Este foi um resumo rápido de um ano após Angola, não foquei todos os momentos, todas os episódios, todas as pessoas, nem dei a devida importância a pessoas que hoje são essenciais para o meu dia-a-dia. O futuro não sei, deixei de o planear, de pensar nele, passei a viver e aproveitar ao máximo cada dia. Hoje sorrio, choro, divirto-me amuo tudo num só dia, mas o saldo final é que graças a todos sou Feliz, isso é o mais importante.

Obrigado a todos os que fizeram e fazem parte da minha vida. Pai, Mãe Obrigado. Amigos, Obrigado. Amigas, Obrigado.