sábado, 18 de dezembro de 2010

há dias assim

Um dia destes dei por mim a comer um ovo cozido, ás rodelas, com sal e pimenta.
Para voces pode até nem vos dizer nada, mas a mim recorda-me sempre a minha Tia Angela. Não sei explicar mas lembro-me desde pequenino que os cozidos dela, além da cor amarelo/laranja vivo de ovos caseiros, tinham um sabor especial e um cheiro da pimenta...lembro-me como se fosse hoje!

É Natal È natal, cambada de cínicos começam a enviar aquelas sms estúpidas sobre a amizade, um amigo é um amigo e não o é mais por enviar uma sms que nem sequer foi da autoria dele a dizer que a amizade é um valor importante....importante são os amigos que mantemos quer estejamos em cima ou em baixo, perto ou longe!

Hoje è sábado e ao contrário de muitos de vocês vim trabalhar, claro que não estou satisfeito, a malta do ARCM foi para a serra da estrela para a Neve, dormir quentinhos em cima do nevão, acordar enregelado, ter um frio constante na cara....já tenho saudades!

A vida tem corrido bem, quer dizer, como tu dizes ainda não houve 15 dias de sossego, sem interferências e barreiras!
Mas relaxa que nada é intransponível, e quando é.......dá-mos a volta!Duas cabeças pensam melhor do que uma e quando estas duas estão em permanente sintonia?!È do melhor!

Angola voltou a surgir no rumo da minha vida, mais uma proposta...
relaxem que se querem ver mais meninos a dançar e aventuras de jipe, um ano destes vou lá de férias, apenas.

Um Forte abraço para quem é de abraço
Um Grande beijo para quem não quis o abraço
Um Abraço e Um Beijo para quem quer as duas coisas

Poupem nas prendas que a vida económica não está fácil...Bom Natal
(hoje não estou inspirado)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

O calor do inverno não é para todos.

O tempo passa, os dias ficam mais escuros e frios, hoje acordei quentinho mas isto foi só enquanto estava em casa e dormia a pensar que tudo estava bem (pois era assim que teoricamente tinha deixado as coisas). Apesar das temperaturas aumentarem na rua, a minha interna desceu quando abro a rede social da moda…..mas adiante, vou contar o que tenho feito.
Tempo de chuva e princípios de neve, há que claro começar a preparar as pernas para as caminhadas de neve.
Travessia do Alvão escolhida, inscritos….eu e o Gonçalo, o 3º elemento agora acha que só vai para a montanha em velho…. Uma Paisagem fabulosa, os trilhos pareciam rios, folhas por todo o chão, castanheiros sem castanhas, afinal os recônditos percursos eram utilizados por locais, não posso jurar mas tirando as aldeia por que passamos, nos trilhos cruzamo-nos por 2 pessoas no máximo (mais do que o normal). Claro que tinha de haver brincadeira, estas coisas não existiam na minha infância…… VEJAM O VIDEO.





video

Hà 4 anos que não tinha de me preocupar só comigo, aceitei ser o Padrinho da Daniela. Acho que já vos falei dela, a menina fez 4 anos e está super divertida, preciso claro de um dicionário para a entender, mas quando a ouvi dizer “dah, tira a mão da frente” foi de rir. Vejam a cara da traquinas…..há pois, o que é que o Padrinho lhe deu…..uns patins! Sim, este verão vai ser ensina-la a andar. Há que salientar as bocas da Madrinha…..deu-lhe uns patins porque há 2 anos levou ele uns patins, enfim…..ela não se lembrava que eu já ando de patins desde pequenino. Eheheh




Mas agora já não é só a Daniela, Nasceu o Dinis….




Para já é sossegado, não chora a não ser para comer e mudar a fralda (bahhhh), pegar nele é ainda complicado, sim eu sei que me fica bem um bebé ao colo mas para já……só estes 2 e os das outras pessoas. Não está fora de hipóteses, mas embora o sol nasça todos os dias, ainda há certas pessoas que o sol não lhes aquece o C….. Relaxem fãs, não há pressa.
O sol pode não ter aquecido, mas as velas aqueceram o ambiente de uma forma tão aconchegante que o jantar foi degustado com um brilho intenso de felicidade nos rostos, enquanto as velas queimavam a cera com um aroma a chocolate que antecipavam uma sobremesa doce e fresca… Obrigado por estares lá, aqui, ali…...

Mas nem tudo foram Rosas....a minha mamã teve que ser submetida a uma intervenção cirúrgica, ainda está em recuperação em casa. A ela custa-lhe a dor pós operatório a nós custa-nos a angustia durante as horas no bloco em que só nos resta esperar, passar pelo sono enquanto nos passam todos os pensamentos e momentos que já vivemos juntos pela cabeça. Temos sempre a sensação que não somos o melhor dos filhos e que até nem merecemos os pais que temos, cada um sabe de si, mas pelo menos é o que eu senti.
Posso não ser o melhor filho do mundo, mas sou um filho que ama os Pais, dá-lhes valor e os sentimentos sentem-se cada dentro e não pelo que se exterioriza.
As melhoras mãe.

Terminando com o paragrafo que comecei, Não tenho explicações a dar, nem há melhor relato do que a foto abaixo, a amizade.